Com foco e determinação, Thiego Marques da Silva, de 18 anos, finalizou hoje, quarta-feira (4), os treinos para o Copa do Mundo da Federação Internacional de Esportes para Cegos (IBISA), que começa amanhã, quinta-feira (5) e segue até o próximo dia 12 outubro na cidade de Tashkent, no Uzbequistão. Thiego é um dos 13 atletas paralímpicos selecionados pela comissão técnica da Seleção Brasileira Paralímpica para disputar o torneio.

Atleta de Parauapebas, Thiego Marques é o único representante da região norte do País a integrar a seleção brasileira na competição. A Copa do Mundo IBSA é a última competição do ano fora do Brasil e conta pontos para ranking mundial, que também serve de parâmetro para os atletas que buscam classificação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.

Com baixa visão, devido ao albinismo, Thiego, que é faixa marrom de judô, vai disputar na categoria ligeiro até 60kg. Ele embarcou nesta quinta-feira para o Uzbequistão acompanhado do seu técnico, Antônio Sérgio Oliveira Soares, que também é de Parauapebas, e foi selecionado para ser o chefe de delegação brasileira de judô.

Para se preparar para o mundial, o atleta enfrentou uma rotina de treino intensa. Pela manhã, treinando judô, à tarde jiu-jitsu e à noite academia. O jiu-jitsu, para ele, é um complemento para melhorar sua técnica no judô. “Estou fazendo meu dever de casa, para representar bem meu país na competição”, diz o atleta.

Thiego pratica judô desde os 10 anos de idade. Ele foi descoberto pelo professor Antônio Sergio, nas ruas de Parauapebas, e depois de muito treino iniciou uma caminhada de conquistas. Participou das paraolimpíadas escolares, onde foi campeão quatro vezes. Foi vice-campeão mundial estudantil em 2013, nos Estados Unidos, e no mês passado, em São Paulo, foi bronze no Parapan.

Sua meta é chegar no ponto mais alto do pódio no Uzbequistão, para conseguir pontuação rumo a Tóquio 2020.

Tina Santos / Correio de Carajás