A partir da Copa de 2026, torneio terá 16 seleções a mais que o atual formato, disputado com 32 países. Formato da competição ainda serão discutido em março deste ano

Gianni Infantino - Fifa
Gianni Infantino fez campanha para expandir a Copa do Mundo (Foto: Christophe Archambault / AFP)

Em uma reunião na sede da Fifa, em Zurique, ficou decidido que, a partir de 2026, a Copa do Mundo contará com 48 seleções participantes. Em março deste ano, a entidade vai discutir outros detalhes como o número de vagas por continente e o novo formato do torneio. A informação foi publicada inicialmente pelo “Estado de S. Paulo”.

Durante a campanha do hoje presidente da Fifa, Gianni Infantino, ex-secretário-geral da Uefa, a ideia de expandir a Copa do Mundo foi bastante explorada. Em fevereiro do ano passado, Infantino foi eleito para comandar a maior entidade do futebol mundial e agora cumpre sua promessa.

A outra proposta de expansão discutida pela entidade foi de aumentar o número de participantes da Copa do Mundo de 32 para 40. Esta opção, no entanto, foi descartada. O Conselho Fifa deverá confirmar a decisão no início desta semana, na terça-feira.

Com o novo formato, as Eliminatórias deverão sofrer alterações. A América do Sul, por exemplo, deverá receber seis vagas diretas para a Copa, além de uma para a repescagem. Há dez seleções disputando vagas no continente – a partir de 2026, 70% dos países pode garantir lugar no Mundial.

Fonte: Lancenet