Brasileiro, que não bateu o peso na véspera, é vítima da altitude da Cidade do México, mas resiste e busca a vitória até o fim, mas é derrotado por decisão dividida dos juízes

Na luta que encerrou o card preliminar no México, o peso-galo brasileiro Felipe Sertanejo e o mexicano Erik Perez fizeram uma luta empolgante e muito movimentada. No fim, Perez levou a melhor por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29 e 29-28), mas Sertanejo mostrou muito coração, e mesmo cansado, quase conseguiu uma finalização nos segundo finais.

Felipe Sertanejo Erik Perez UFC México 3 (Foto: Getty Images)
Erik Perez venceu Felipe Sertanejo por decisão dividida no UFC México 3 (Foto: Getty Images)

A luta começou com Sertanejo tomando a iniciativa do combate e aplicando chutes na região da cintura de Perez, que era apoiado maciçamente pelos torcedores mexicanos. O brasileiro buscava a luta aberta, e acertava bons golpes em Perez, que recuava para buscar espaço. Com bons chutes nas pernas, Sertanejo tentava minar a movimentação do mexicano. Mas Perez conseguiu travar um dos chutes do brasileiro e o derrubou, ficando por cima no chão. Enquanto o mexicano golpeava a barriga, Sertanejo conseguiu encaixar uma chave de calcanhar, defendida pelo mexicano. A luta era muito movimentada, e o brasileiro buscou uma chave de braço, também defendida por Perez. Novamente por cima no chão, Perez tentava atacar, mas o brasileiro se defendeu até o intervalo.

No segundo round, a exemplo do primeiro, Sertanejo voltou pressionando com chutes nas pernas de Perez e tentando uma joelhada voadora. Ao tentar um chute alto, o brasileiro foi travado e perdeu o equilíbrio, caindo e dando a Perez a chance de ficar por cima no chão. O mexicano passou a guarda e, montado, passou a desferir cotoveladas, que ficavam na guarda do brasileiro. Aparentando cansaço, Sertanejo conseguiu inverter a posição e buscou as costas do mexicano. Com o cadeado fechado na cintura de Perez, Sertanejo golpeava e tentava encaixar o mata-leão. Perez se defendia e, com muita habilidade, conseguiu tirar com as mãos o cadeado da cintura, invertendo novamente a posição no chão. Na posição de 100kg, o mexicano mantinha o brasileiro de costas no chão e variava os socos na cabeça e na linha de cintura até o intervalo.

Felipe Sertanejo Erik Perez UFC México 3 (Foto: Getty Images)
Felipe Sertanejo tenta um soco rodado, mas Erik Perez desvia no UFC México 3 (Foto: Getty Images)

No terceiro e último round, com mais gás, Perez partiu para tentar derrubar Sertanejo, que resistiu e manteve a luta em pé. Ao tentar um soco rodado, no entanto, o brasileiro foi derrubado e ficou novamente por baixo no chão, exatamente como no fim do segundo round. Mostrando um wrestling muito efetivo, o mexicano mantinha o controle da posição no chão e golpeava o brasileiro com frequência. A dois minutos do fim do combate, Sertanejo conseguiu se levantar e voltou a buscar o nocaute, acertando um bom chute alto. Perez sentia a perna direita e mancava, mas Sertanejo não tinha gás para buscar um último esforço em busca do nocaute. A 20s do fim um golpe de direita derrubou Perez, e Sertanejo encaixou um katagatame. Perez sabia que faltavam alguns segundos e resistiu até o fim da luta.

Joe Soto finaliza Marco Beltrán com chave de calcanhar no primeiro round

Lutando em peso-casado (até 63,5kg), os pesos-galos Joe Soto, dos EUA, finalizou o mexicano Marco Beltrán em apenas 1m37s do primeiro round. Soto teve muita dificuldade para bater o peso na sexta-feira, chegando a deixar a balança aos prantos, mas se recuperou fisicamente para vencer. Soto venceu sua segunda luta seguida após vir de três derrotas. Já Beltrán sofreu sua primeira derrota em quatro lutas no UFC – havia vencido as três primeiras.

Marco Beltran Joe Soto UFC México 3 (Foto: Getty Images)
Marco Beltrán grita ao receber a chave de calcanhar de Joe Soto mo UFC México 3 (Foto: Getty Images)

Mais alto e com maior envergadura, Beltrán tentava usar os chutes altos para manter Soto à distância. Usando sua maior velocidade, Soto encurtou a distância e aplicou um single leg no mexicano, levando a luta para o chão. Os dois ficaram embolados por alguns instantes, mas o americano conseguiu encaixar uma chave de calcanhar, forçando Beltrán a desistir da disputa

Max Griffin arrasa Erick Montaño em menos de um minuto

O peso-meio-médio americano Max Griffin não tomou conhecimento do mexicano Erick Montaño. Com uma sequência dura de golpes precedida por um direto de encontro, Griffin não deu chances ao rival, vencendo por nocaute técnico em apenas 54s do primeiro round.

Max Griffin Erick Montaño UFC México 3 (Foto: Getty Images)
Max Griffin aplica os golpes que nocautearam Erick Montaño no UFC México 3 (Foto: Getty Images)

A luta começou com os dois lutadores tentando aplicar golpes duros, mas o americano teve mais sucesso ao conectar um soco de direita de encontro que derrubou Montaño. O mexicano ainda tentou se levantar, mas Griffin iniciou uma sequência veloz de golpes que aos poucos foram demolindo Montaño, e forçou o árbitro Jerin Valel a interromper o combate.

Fonte: Globoesporte.com